O amor é aprendido

O amor é um aprendizado, é dado e ensinado. Fiz uma analogia da educação escolar com a educação familiar para explicar os ensinamentos de amor, em 2012.


Sobre o amor


O amor

Como descrever o sentimento mais importante do mundo?

Difícil.. porque cada um ama a sua maneira.

Acho que amor tem a ver com carinho, tem a ver com respeito.

Mas não posso me esquecer que amor também tem a ver com estabilidade e com segurança.


Não posso negar que enquanto algumas pessoas tem o dom de amar,

outras não conseguem amar nem a si mesmas.

De onde vem a diferença?

Ora, amor é aprendido!

E isso não tira a magia deste sentimento


Quem desde o início da vida recebeu amor saudável, acaba tirando de letra

É como ter estudado em ótimos colégios antes do vestibular.

Se você fez um cursinho extensivo, não será preciso perder noites de sono.


Mas algumas pessoas dão azar

não estudam em boas escolas do amor

Têm dificuldade de amar porque simplesmente não aprenderam.

Estes azares podem existir aos montes e em intensidade variadas.


Por exemplo, tem professores que não dominam a matéria.

Há aqueles que só tentam ensinar entre brigas e gritos,

ou com palmatória.

Existem também os que não permitem nem uma ida ao banheiro

e os que sempre tiram o recreio.

Muitos professores são mal amados.

Alguns são indiferentes e outros super exigem.

Tem educador que elege um queridinho e um bode expiatório.

Outros são tiranos e não sabem ouvir.

Também podem ter professores que não conseguem trabalhar em equipe.


A escola pode ser muito desordenada.

Às vezes, os mestres simplesmente não comparecem

E, pesarosamente, pode acontecer de eles terem que faltar

Aí, pode ser que um dia chegue um professor substituto

pode demorar, ele pode não ser tão bom ou nunca chegar

Pode ser que tenha sempre alguém para só apontar os erros, ao invés de ensinar com doçura a acertar


Vai ser muito mais difícil amar se não lhe foi ensinado.

Como amar o outro sem ter experienciado bons modelos de amor ao longo dos anos?

Como estes alunos vão se sair no "vestibular", nas relações amorosas?


Ah! O azar pode ser tão grande a ponto da pessoa se assumir como fracassada e nem perceber que a didática de ensino precisava ser mudada.

Fugir do colégio e abandonar os estudos não será a melhor solução.

Não adianta se isolar nem desistir.


Quem teve uma base fraca de amor

precisará se esforçar mais,

persistir,

perder noites de sono,

pensar,

estudar,

se tornar um tanto auto-didata.


Porque se faltou quem ensinasse a experienciar o amor a melhor maneira

existe uma lacuna deste sentimento

E será preciso preencher o buraco, a falta de amor.


Alguns precisarão dar a si mesmo, aquilo que não recebe

7 visualizações

©  2020

Av. Cristiano Machado 1682 sala 1001 - Cidade Nova.

Belo Horizonte, MG  31170-024

  • Facebook
  • Instagram

psicologabh

 

psicologabh